A essência humana em ‘Despertar’

Falar de Octavia Butler é chover no molhado. A grande dama da ficção científica traz em seus trabalhos uma escrita que eleva a mulher negra em suas páginas, como em Kindred, e como a ficção científica e as questões raciais podem andar lado a lado.

 

Apesar de ser pouco conhecida em terras tupiniquins, a importância da autora pode ser comparada a outras autoras brasileiras, como Conceição Evaristo, por trazer um viés mais social. Nesse livro, Butler muda um pouco o foco, mas ainda assim, consegue entregar um texto exemplar.

 

‘Despertar’ é o primeiro volume da trilogia Xenogênese, no qual a autora viajou a Amazônia para se inspirar. Lilith Iyapo acorda após passar 250 anos em animação suspensa e vê-se encarcerada em um lugar hostil. Tendo lampejos de lembranças de seu marido e filho, a protagonista tenta ao máximo livrar-se da cela em que está, porém, enfraquecida, precisa confiar em seus captores, criaturas humanoides denominadas Oankali, uma raça alienígena que, além de Lilith, capturou outros humanos após a extinção da vida humana na Terra.

Escritora, Octavia Butler

 

Butler aplica um verdadeiro estudo do comportamento humano em cada linha. Deixando a escrita um pouco menos pesada, ela aborda questões como poder, gênero, xenofobia e como a humanidade conseguiria conviver numa “regressão” tecnológica. A inabilidade de adaptação ao desconhecido, ao diferente, tende a ter uma interpretação para como a diversidade étnica passa a ser vista em terras americanas, de como o povo dito comum (humanos), tendem a reagir com violência ao povo dito mais frágil (Oankali), porém mais evoluídas e detentores da tecnologia.

 

Com uma edição que salta aos olhos, Despertar é um livro que traz uma sutileza da autora, porém traz suas características facilmente perceptíveis: a protagonista negra, forte, e uma questão de como a humanidade passará por tais provações. Octavia Butler merece ter seu trabalho amplamente divulgado e conhecido no Brasil. Afinal, não é todo dia que temos uma autora negra tendo suas obras publicadas.

Avatar

Ronan Carvalho

Designer, Gamer, Membro da Tropa dos Lanternas Amarelos e morador de Hell's Kitchen