Arroz

Por Ronan Carvalho | Revisão Danielle Sodré

 

Definitivamente, HQs são o tipo de mídia que se pode trabalhar diversos assuntos. Desde os mais complexos, como HIV em Pílulas Azuis, aos mais leve como amizade. É disso que trata Arroz, uma publicação multirreferencial (como a própria autora fala no prólogo da publicação), escrita por Ale Presser.

Melina é uma moça introvertida, que trabalha em uma livraria, se sente uma pessoa sem graça, se comparando a um arroz dentro de um PF. Em contraponto, conhece Amanda, professora de inglês popular, descolada, ativa nas redes sociais e com vida badalada, e disso nasce uma amizade inesperada.

Com uma narrativa leve e fluida, Arroz apresenta pontos de cada personagem e como elas lidam com diversos aspectos, como amizade, insegurança, perda. A identificação é instantânea, você logo se pega pensando que também faria algo do tipo na situação apresentada.

Arroz foi publicado de forma independente, pela própria Ale. Mostra que que todo mainstream sobre grandes publicações, que tem algumas de gosto questionáveis, tem a liberdade e fluidez de um material independente e de ótima qualidade.

About Ronan Carvalho 37 Articles

Designer, Gamer, Membro da Tropa dos Lanternas Amarelos e morador de Hell’s Kitchen

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.