Bad Boys Para Sempre: É bom, mas não tanto.

Uma das recentes tendências de Hollywood, é a revisitação de grandes franquias da cultura pop, em suas multiplataformas. Desde ‘Star Wars’ a ‘Exterminador do Futuro’, alguns acertos e (muitos) erros tem se mostrado na indústria do cinema. ‘Bad Boys – Para Sempre’ é a mais recente, e acredito que tenha sido um acerto, com algumas ressalvas.

 

O filme traz de volta a dupla de detetives Marcus (Martin Lawrence) e Mike (Will Smith), numa trama que não foge da fórmula dos anteriores e pouco agrega. O problema do roteiro é se mostrar engessado e ainda preso a velhos clichês, como o vilão genérico, a não ser um plot envolvendo o personagem de Smith – que mais lembra uma das antigas novelas mexicanas exibidas no SBT. Além disso, algumas questões geopolíticas corroboram ainda mais para o enredo ultrapassado, que chega a flertar com ocultismo, mas deixa bem superficial e quase xenofóbico. Aliás, muitos aspectos do roteiro demonstram a postura estado-unidense em relação a países supostamente inferiores culturalmente a eles (nesse caso, o México).

 

Alguns dirão que não dá para esperar muita coisa de uma franquia patrocinada pelo “incrível” Michael Bay. Apesar da direção estar nas mãos de  Adil El Arbi e Bilall Fallah, percebe-se claramente o estilo de Bay nas cenas: explosões a torto e a direito, slow motion e os famosos takes contra-luz.

 

Mas o filme não é de todo ruim. A dinâmica e o carisma da dupla Lawrence-Smith funciona muito bem e algumas piadas em relação ao longa anterior se encaixam muito bem. Vale destacar os novos personagens, com ênfase em Alexander Ludwig, o Björn da série Vikings, que consegue algumas tiradas boas – mas não todas.

 

‘Bad Boys – Para Sempre’ se mostra um bom produto de entretenimento, apesar de uma clara cabeça no passado. Apesar das críticas que o filme receber, será a bilheteria que dirá se haverá continuação, cujas cenas finais deixaram bem engatilhadas. Vale o ingresso se você curte ação, mas não exija muito do longa.

Avatar

Ronan Carvalho

Designer, Gamer, Membro da Tropa dos Lanternas Amarelos e morador de Hell's Kitchen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.