Conseguimos separar o artista de sua obra?

O ano de 2017 foi um ano marcado pela revelação de vários escândalos com relação a casos de assédio sexual na indústria de Hollywood. Figurões da indústria do entretenimento foram caindo um a um, e a mídia não teve mais como negar que isso era recorrente nos bastidores. Movimentos, como o #MeToo, ganharam força e revelaram as facetas de diversas personalidades. Até mesmo para quem tratou com humor – de gosto muito duvidoso, por sinal – tais assuntos, como James Gunn, pagou o seu preço.

Mas conseguimos separar o artista de sua obra?

Um dos casos que chamou mais atenção foi o de Kevin Spacey. Acusado, inicialmente, de abuso sexual nos anos 80 do ator Anthony Rapp, 14 anos na época, Spacey foi novamente acusado pela equipe da série House Of Cards do mesmo crime. Demitido do serviço de streaming, e ter todas suas cenas no filme “Todo o Dinheiro do Mundo” (2017) refilmadas pelo ator Christopher Plummer, o ator estreou seu novo filme, Billionaire Boys Club, no penúltimo fim de semana nos EUA, e arrecadou US$ 126. Foram menos de 20 ingressos vendidos nos três primeiros dias em cartaz. Um verdadeiro fracasso histórico! Um alerta foi disparado no mundo cinematográfico: ninguém mais quer ter seu nome associado a Spacey.

Pelo relato acima, é difícil mensurar isso. Tantos artistas têm históricos de agressões, e não parecem perder prestígio com o público. Johnny Depp é um dos casos, que ganhou os holofotes, porém tanto impressa, como a própria J. K. Rowling, saíram em defesa do ator – ficando a parecer que há uma seletividade na escolha de quem ficará definitivamente fora de cena. Claramente, que tais ações mancham a figura do astro, do ícone, mas sua obra estará lá para quem quiser apreciar. Cabe a cada um separar o joio do trigo, o artista da sua obra.

A figura do ídolo sempre nos é mostrada como um ser perfeito, intacto e imune a qualquer falha. Porém, assim como os super heróis que lemos nas histórias em quadrinhos, tais ídolos tem falhas e são factíveis à erros. O legado de suas obras e feitos estarão aí para quem quiser ver… ou não.

Sobre Ronan Carvalho 95 Artigos
Designer, Gamer, Membro da Tropa dos Lanternas Amarelos e morador de Hell's Kitchen

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.