Crítica | A Vilã (Ak-Nyeo)

Nos tempos em que o mercado cinematográfico é dominado principalmente por atores americanos, A Vilã (Ak-Nyeo), chega para mostrar que os coreanos também sabem fazer filmes.

Dos mesmos criadores do filme, “A Invasão Zumbi”, “A Vilã” é estrelado por Ok-Bin Kim (Sook-hee) e Shin Ha-Kyun (Joong-sang) e dirigido por Byeong-gil Jeong, premiado em 2013 pelo melhor roteiro e como melhor diretor no filme “Confissão de Assassino”. “A Vilã”, retrata a história de uma menina, que após a violenta morte do seu pai, foi treinada como uma assassina, tendo como seu principal objetivo de vida, encontrar os responsáveis pelo terrível desfecho com seu pai.

Em boa parte do filme, a personagem Sook-hee passa por um grande e árduo treinamento confinado juntamente com outras mulheres, com atividades de dança, teatro, gastronomia, incluindo intensas lutas envolvendo artes marciais e armamento pesado, tendo como promessa a sua liberdade após 10 anos de imersão nessa espécie de treinamento, voltando assim, a ter uma vida normal.

A trama é recheada de sangue, lutas com facas, espadas e armas de fogo, tendo grande semelhança com alguns trechos dos filmes da franquia “Missão Impossível”, além das clássicas cenas que envolvem mortes bastante comuns em filmes orientais. Um fato interessante nesse filme é que ele consegue combinar a perspectiva de câmera que é utilizada em games de tiros em primeira pessoa, além de muita velocidade.

Porém, “A Vilã” se perde no desenrolar da história quando envolve os flashbacks, contando os momentos precedentes à entrada Sook-hee na organização. Em diversos momentos fiquei em dúvida se o que estava ocorrendo em dado momento da película estava seguindo a cronologia ou se era um momento anterior – não ficou muito bem definido.

Por fim, eu recomento o filme por dois motivos: Por ser um longa que foge um pouco dos padrões visto ultimamente nos cinemas, ou seja, um filme de nacionalidade diferente à americana e, por ter muita ação, sangue e velocidade envolvida do início ao fim.

Nota: 3/5