DC Renascimento – Mulher Maravilha #1: De volta à batalha.

Por Danielle Sodré | Revisão Bianca Cardeal e Ricardo Oliveira

Universo DC Renascimento

Mulher Maravilha: De volta à batalha. (vol. 1/abr. 2017)

Roteiro: Greg Rucka

Capa variante por Liam Sharp e Laura Martin

 

E se tudo não passasse de uma mentira? A série Renascimento, por Greg Rucka, é mais um acerto da DC Comics à super-heroína mais imponente do Olimpo. “De volta à batalha” apresenta uma fase da Mulher Maravilha ainda pouco explorada, que sucede sua partida ao mundo do patriarcado, considerando a filha de Hipólita descrente de suas verdades, de quem ela realmente se tornou.
Em meio à tantas incertezas, em busca da verdade, Diana tenta retornar para Themyscira buscando, para isso, a ajuda de alguém um tanto inusitado…. Nessa publicação, a Amazona assume seu traje de guerreira, o mesmo utilizado pela Gal Gadot no (tão esperado) filme solo, a estrear em junho. Contudo, as similaridades não se limitam apenas às roupas…. Além disso, a produção bebe do contexto de origem da Mulher-Maravilha, da mesma forma que a associação da guerra e desordem no mundo está ligada a Ares.

Renascimento encontra-se em publicação mensal no Brasil, com capas variantes que mais parecem obras-prima! A arte é cuidadosamente trabalhada, resguardando a imponência da super-heroína em sua mitologia, sem recorrer ao recurso da “objetificação” para fixar o leitor na HQ.

Leitura mais que recomendada, obrigatória!

Danielle Sodré
About Danielle Sodré 20 Articles

Engenheira Ambiental e Sanitarista. Fã da Mulher-Maravilha. Entusiasta por representações femininas na cultura pop e suas repercussões

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.