Duas de Mim | Crítica

Comunidade

Por Larissa Bacelar

A comédia da diretora Cininha de Paula nos conta a história de Surrie…Sur… Gente, que nome difícil! Su-ry-el-len! Uma mulher trabalhadora que mora no subúrbio carioca, interpretada por Thalita Carauta. Suryellen acorda cedo, bate o mindinho, faz marmita, entrega, vai para o segundo emprego, volta e encontra a família, que ajuda pouco (ou nada). Na volta para casa de um dia dos mais puxados, ela encontra uma senhora vendendo doces (Stella Miranda) em um carrinho no meio da rua.

As duas conversam e Suryellen recebe um pedaço do bolo dos desejos e acaba conseguindo o que o título do filme e o trailer já mostraram: uma cópia dela mesma, só que mais cara de pau que ela mesma. No começo é um par de braços a mais muito bem-vindos, mas, como era de se esperar, aos poucos vai se tornando um problema. Vamos deixar bem claro um ponto: nada escrito aqui tem spoiler porque o trailer entrega o filme todo. Não sei exatamente o que acontece, mas os responsáveis pela produção dos teasers e trailers precisam repensar o que estão fazendo. Se você assistir o trailer antes de ir ao cinema ficará mais decepcionado do que se entrar na sala de cinema sem saber bulhufas.

Agora, vamos ao que interessa. Latino fazendo o cover oficial dele mesmo não está tão ruim quanto imaginei que seria. Thalita Carauta é a melhor coisa daquele filme e acaba carregando todo ele. Os demais personagens não aparecem quase nada e são apresentados bem superficialmente, aparentando a necessidade da comédia pela comédia, com um roteiro repetitivo e fraco (que nunca saberemos se é proposital), fruto de cortes apressados ou de um texto mais original.


A diretora poderia escolher 2 ou 3 pontos, focar neles e pensar em alguns fechamentos mais interessantes e amarrados, já que, infelizmente, os que foram apresentados ficaram sem nexo mesmo para quem assistiu despretensiosamente.
Cininha de Paula, com seus mais de 35 anos de carreira, tem mais uma comédia no currículo, mas que, infelizmente, não será sucesso de crítica. O que podemos aproveitar mesmo é a atriz principal, que tem carisma e potencial para filmes melhor estruturados.
Vamos com 2/5 dados e esperar melhores oportunidades para Thalita.