Mentes sombrias: mais um clichê distópico adolescente

Em um mundo apocalíptico, onde uma pandemia mata a maioria das crianças e adolescentes da América, alguns sobreviventes desenvolvem poderes sobrenaturais. Eles, então, são tirados pelo governo de suas famílias e enviados para campos de custódia. Entre elas está Ruby (Amandla Stenberg), que precisa se esconder entre as crianças sobreviventes devido ao poder que possui.

Ainda na onda sem fim de romances infanto-juvenis a abordarem temas distópicos, encontramos Mentes Sombrias, longa baseado no romance homônimo de Alexandra Bracken. Esse é mais um filme adolescente distópico clichê, no qual estão presentes todos os elementos básicos nos fazendo questionar como e por que os autores não se cansam de abusar de clichês.

Além de abusar de uma narrativa saturada (adolescentes fugindo de um sistema opressor), o longa tenta (mas falha) criar uma atmosfera de cumplicidade entre o núcleo de personagens principais (a protagonista, o crush, o inteligente e a criança). Entretanto, tudo se passa de forma tão apressada e mal narrada que se torna difícil se apegar aos personagens ou mesmo acreditar que eles são importantes (principalmente, a protagonista).

Em muitos momentos o telespectador é levado a duvidar de que as personagens seriam tão desleixadas para tomar certas decisões e, assim como chave está para fechadura, herói adolescente rebelde está para decisões mal pensadas.

Outro ponto a se ressaltar é a superficialidade dos personagens (não sei como se passa no livro, mas no filme é péssimo) e a falta de originalidade. Sabemos da dificuldade em escrever personagens densos e contar uma narrativa coerente, mas os autores/roteiristas modernos poderiam fazer uma forcinha.

Além disso, essa categoria de filme se caracteriza também pela presença de um romance que torne o herói alguém mais forte. Neste filme, contudo, o casal não é relevante o suficiente para nos trazer emoções ou mesmo nos convencer de que são realmente um casal.

Em outras palavras, se você busca um thriller assertivo e coerente, sugiro que assista outro filme, pois Mentes Sombrias é, de longe, um filme adolescente ruim.