Sense 8 – 2ª Temporada

Por Ronan Carvalho | Revisão por Bianca Cardeal

A primeira temporada de Sense 8 foi uma celebração, em diversos sentidos, sendo o retorno das irmãs Wachowski (Matrix) aos holofotes. Em seu ano de estreia, Sense 8 explorou bem seus personagens, apresentando-os ao público de forma gradativa (um tanto lenta para uma série), deixando muito do seu enredo para a temporada subsequente.

Eis que o segundo ano chega, apresentando uma evolução na trama. Comandada por Lana Wachowski e Michael Straczynski (Lilly Wachowski afastou-se nessa temporada), a série começa logo depois do especial de natal, mostrando que o grupo tem uma melhor dinâmica, e as interações estão melhores do que nunca. Apostando na ciência, Sense 8 expande e seu universo, mostrando que os sensantes estão em toda parte e existem desde períodos paleolíticos, reforçando o sci-fi da trama. A série também não deixa de lado o debate sobre a diversidade e respeito, sendo muito bem retratada na cena da parada gay ocorrida em São Paulo, que, apesar de curta, a sequência emociona pela sua importância e grandiosidade. Houve maior destaque para os coadjuvantes, apresentando muito mais tempo de tela que na temporada anterior: destaque para Armenita e Bug, que dão suporte para Nomi, e para Hernando e Dani, protagonizando boas cenas de humor.

Sense 8 expande muito do seu universo e se prepara para entrar no hall das grandes séries e, com sua temática ficção científica/diversidade, tem tudo para cair, ainda mais, nas graças do público.

Nota: 4 / 5

[su_youtube url=”https://www.youtube.com/watch?v=idxG42_K0tM”]

 

[su_youtube url=”https://www.youtube.com/watch?v=svnAD0TApb8″]

Avatar

Ronan Carvalho

Designer, Gamer, Membro da Tropa dos Lanternas Amarelos e morador de Hell's Kitchen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.