Sherlock Gnomes e o Mistério do Jardim

Existe franquia de robôs, de vampiros, de carros velozes e furiosos e de anões de jardim! O terceiro filme do casal de porcelana Gnomeu e Julieta estreia hoje nos cinemas e o foco não é bem o casal, mas tudo bem.

Aqui os membros do jardim se mudam para Londres. Os antigos responsáveis pelo jardim passam a “pá” para o casal e eles terão de cuidar da nova moradia deixando-a em ótimas condições até a primavera. As novas responsabilidades acabam gerando atrito entre o casal e o trabalho em equipe cai por terra.

Na tentativa de agradar a impetuosa gnominha o seu parceiro vai atrás de um um presente que, óbvio, dá errado, o coloca em perigo e Julieta acaba salvando Gnomeu. Voltando ao jardim eles descobrem que todos os seus amigos sumiram e conhecem Sherlock Gnomes. Apesar da insistência de Gnomes o casal se intromete na investigação do mistério e as coisas saem completamente do eixo.

Antes de falar sobre outros pontos do filme gostaria de enfatizar que eles ganham a audiência internacional pelo marketing e deixo essa série de cartazes gracinha trabalhados na referência para você:

Pensei em começar pela dublagem, mas na cabine o filme foi exibido legendado. Isso eu não entendi já que este longa estará nas salas somente com a dublagem em Português. Diante disso me abstenho de comentar, mas deixo aqui essa leve decepção.

Se há algo MUITO GRACINHA aqui é o 3D. Os personagens são feitos com muito cuidado desde o primeiro filme, mas os detalhes trouxeram para este um diferencial muito grande: A porcelana granulada e gasta de quem vive exposto ao ar livre em qualquer situação. Em contrapartida é difícil você simpatizar mais profundamente com os mesmos personagens: são bonitos de ver, mas você não ouve as crianças fantasiando ser um deles como acontece nos grandes sucessos da animação.

Um outro ponto é que apesar das referências nos cartazes a grandes produções cinematográficas não percebi as mesmas durante o longa – outra pequena frustração.

Como um filme infantil ele acaba tendo uma grande lição de moral envolvida, mas enquanto algumas produções conseguem prender a sua atenção, lhe fazer rir, chorar em níveis que talvez não se espere de uma pessoa adulta isto fica faltando em Sherlock Gnomes e o Mistério do Jardim. Agora eu poderia incluir um “mas” e tentar dar esperança de melhora, mas como é o terceiro eu duvido que isto aconteça: Talvez seja a hora de partir para uma outra abordagem.

O filme fica com 3/5 dadinhos já que ainda é uma opção de entretenimento válida para as crianças.

Larissa Bacelar
About Larissa Bacelar 22 Articles
Mãe Trekker. Tem como profissão o Design Gráfico e aposta sempre na inteligência e na originalidade como boa pertencente da Ravenclaw.