Trá-lá-lá! – Quando uma amizade quebra a barreira da imaginação.

Eu adoro animações! Acredito que essa seja uma categoria especial, que consegue trabalhar com diferentes gêneros do cinema num mesmo filme. E quando a animação traz inúmeras referências da cultura pop/nerd? Melhor ainda! Foi assim que dois amigos de escola inventaram uma estória para dar um jeito na estranha rotina escolar.

Gerald e Harold compõem a típica fase da infância em que as crianças definem quem serão seus melhores amigos para toda a vida – e não há possibilidades dos dois fazerem qualquer coisa de forma separada. Eles compartilham, inclusive, a mesma sala de aula e as aventuras travessas.

Essa dupla, mais que dinâmica, aplicava sua criatividade da seguinte forma: Harold na criação dos desenhos e Gerald na invenção das estórias de um super-herói nada convencional, mas que bebe muito de outras histórias famosas dos quadrinhos (a primeira cena é uma referência escrachada de Superman ao ser enviado à Terra).

Nessa brincadeira inocente, a possibilidade de materializar a ficção dos quadrinhos criados em uma aventura real reforça como as coisas podem se tornar possíveis quando se constrói algo com parceria; nesse sentido, as relações pessoais são o destaque da narrativa.

As Aventuras do Capitão Cueca (Captain Underpants: The First Epic Movie) foi baseado em uma série de quadrinhos dos anos 2000, criada por Dav Pilkey, e que fez muito sucesso com o público infantil estadunidense.

Danielle Sodré

Danielle Sodré

Engenheira Ambiental e Sanitarista. Fã da Mulher-Maravilha. Entusiasta por representações femininas na cultura pop e suas repercussões